Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você confia no sistema eleitoral do Brasil?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 27.09.2022 09:57h
Sul da Bahia

S. Cruz Cabrália: Município é obrigado a adequar salário de professores

 
Foto Reprodução

O Tribunal de Contas dos Municípios acatou as conclusões contidas no relatório da auditoria realizada na Prefeitura de Santa Cruz Cabrália, com o objetivo de verificar a regularidade da prestação dos serviços e da aplicação de recursos municipais na área de educação.

O prefeito Agnelo Silva Santos Júnior foi advertido sobre a necessidade de elaborar e enviar à Câmara Municipal, imediatamente, o projeto de lei visando a adequação da remuneração dos professores ao Piso Nacional Salarial.

A auditoria temática na área de Educação foi desenvolvida pelos auditores da 3ª Diretoria de Controle Externo do TCM para verificar o atendimento, ou não, pela Prefeitura de Santa Cruz Cabrália às diretivas do Plano Nacional de Educação, especialmente em relação ao Piso Salarial Nacional para os profissionais do magistério público da educação básica e o respectivo plano de carreira, programas de formação continuada e o provimento efetivo para os cargos de professores na rede municipal. Os recursos auditados alcançaram o montante de R$14.371.921,72.

De acordo com o relatório, os salários dos professores efetivos estavam acima do Piso Salarial Nacional, apenas em razão das progressões na carreira, uma vez que o Plano de Salário estabelece o salário inicial da carreira (R$2.793,24) em patamar inferior ao estabelecido no Piso Salarial Nacional.

Em relação aos professores temporários, o valor do vencimento base durante o exercício de 2020 foi de R$2.562,90, abaixo 11,20% do piso salarial nacional (R$2.886,25), o que revela o descumprindo da Meta 18 do PNE.

O TCM também identificou que a Prefeitura de Santa Cruz Cabrália, mais de quatro anos após o prazo fixado no PNE, não possui o percentual mínimo (90%) de professores efetivos no quadro da rede municipal de educação.

Também encontrou divergências na alimentação do sistema SIGA e do e-TCM; baixo número de iniciativas de formação continuada para os professores da educação básica; ausência de banco de dados formal contendo os registros completos acerca das capacitações realizadas; e o não acompanhamento efetivo da execução das metas e estratégias do Plano Municipal de Educação, especificadamente com relação às mencionadas metas 16 e 18. (A Tarde - Foto Reprodução) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia