Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você confia no sistema eleitoral do Brasil?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 24.11.2022 05:20h
Mercado de Capitais

Ibovespa tem queda discreta confinado por indefinição fiscal

 

O Ibovespa fechou com um declínio discreto nesta quarta-feira, após mais uma sessão volátil em que chegou a trabalhar abaixo dos 108 mil pontos no pior momento, uma vez que segue confinado principalmente por incertezas sobre o rumo fiscal do país. (Foto ilustração)

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,18%, a 108.841,15 pontos. Na máxima do dia, chegou a 109.285,24 pontos. Na mínima, alcançou 107.901,91 pontos. O volume financeiro somou 23,7 bilhões de reais.

Para Enrico Cozzolino, sócio e chefe de análise da Levante Investimentos, "há muito ruído e pouco fato", o que mantém o Ibovespa em patamares conhecidos. "Nada de novo... Nenhuma novidade que de fato dite tendência nova", afirmou.

No Brasil, a PEC da Transição continua dominando as atenções, mas sem avanços concretos na proposta apresentada pela equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, que eleva o espaço para gastos públicos a partir de 2023 ao retirar despesas federais da contabilidade do teto de gastos. (Por Paula Arend Laier)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia